Por que a Experiência do Usuário (UX) está tão em alta?
Por que a Experiência do Usuário (UX) está tão em alta?

Experiência do Usuário ou apenas UX é um dos assuntos mais comentados pelos corredores do marketing digital, mas não foi sempre assim. O quê fez com que o mercado voltasse seu olhar para o UX? Por que ele tem se mostrado tão relevante para estratégias de marketing? Qual o poder da Experiência do Usuário? No post dessa semana vamos falar um pouco do que essa revolução representa em termos de marketing digital, mas não fica apenas aí. Confira:

O que é Experiência do Usuário?

Don Norman criou esse termo nos anos 1990, quando se juntou à Apple. Ele queria um termo que englobasse todos os aspectos de interação de uma pessoa com um dispositivo: aspectos físicos, técnicos e psicológicos, desde o contato com uma propaganda até a compra de um produto.

Resumindo, os 4 pilares da experiência do usuário são:

Utilidade: o conteúdo precisa ser útil;

Usabilidade: a navegação precisa ser simples;

Acessibilidade: facilidade no acesso às informações e conteúdos;

Funcionalidade: a página ou o site precisa atingir o objetivo pelo qual foi criada.

Por que virou tendência?

O aumento significativo do uso de smartphones para realizar compras através de aplicativos também colabora, e muito, para tornar o UX uma tendência mundial. O que não significa que ele nasceu ontem, porém, só agora o mercado entendeu que precisa ouvir o consumidor e se preocupar com sua satisfação.

Antes, as pessoas tinham certa desconfiança ao fazerem suas compras através da internet, os sites não ofereciam uma boa experiência, desde a demora para carregar as imagens dos produtos até fechar subitamente a página antes de finalizar a compra, ou pior, não oferecer nenhuma criptografia, deixando os usuários vulneráveis a ataques de criminosos da internet.

Com o aumento do uso dos dispositivos móveis, a jornada de compra mudou completamente. O UX colaborou para deixar o mercado mais competitivo, até mesmo com relação à qualidade: uma ótima notícia para nós, consumidores. Ou seja, as lojas sabem que não basta oferecer um ótimo produto, preço e qualidade. Todo mundo oferece isso. Hoje as pessoas podem se dar o luxo de escolher a loja que lhe oferece a melhor experiência de compra.

Por que a Experiência do Usuário tem se mostrado tão relevante?

Se utilizada corretamente e otimizada na medida certa, a Experiência do Usuário pode melhorar as métricas, melhorando os resultados da empresa. O UX tem o poder de aumentar a taxa de conversão, o tempo da sessão e diminuir a taxa de rejeição do site ou bounce rate que, quanto maior for, mais insatisfeito está seu usuário (essa métrica deve ser avaliada com constância).

Com a melhoria nas métricas e resultados, de forma direta e proporcional, a empresa gera uma boa impressão, o que ajuda a converter mais visitantes em clientes, fidelizando usuários e garantindo uma taxa de crescimento contínua e mais consistente.

O que achou do post dessa semana? Deixa pra gente nos comentários e compartilha com quem precisa de um toque para melhorar a própria Experiência do Usuário. Até a próxima!