Entenda as diferenças entre B2B e B2C para uma comunicação digital eficiente
Entenda as diferenças entre B2B e B2C para uma comunicação digital eficiente

Segmentar é o segredo por trás do sucesso de cada estratégia bem definida de marketing digital e de conteúdo. O caso é: comunicar de maneira massificada, sem se preocupar com o público (ou públicos distintos) que será impactado por essa comunicação é receita certeira de fracasso.

Dito isso de forma tão direta, preciso esclarecer alguns pontos importantes antes de tornar isso tudo uma grande tragédia grega.

Bom, para uma estratégia de marketing de conteúdo ter sucesso é necessário segmentar. Essa é a primeira verdade incontestável do marketing, seja ele qual for. O público-alvo é objeto de estudo do marketing desde os primórdios até o fim dos tempos e se ele (o público-alvo) é tão importante, como não seria importante segmentá-lo? É sobre isso que vamos tratar no post de hoje: quais as diferenças entre comunicar para consumidores finais e para empresas? Confira!

 

Quais a diferenças entre mercado B2B x B2C?

 

Em linhas gerais, o conteúdo B2B se destina a executivos e influenciadores de empresas, enquanto o marketing B2C busca alcançar o cliente final em busca de um serviço ou produto. Conheça mais detalhes sobre as principais diferenças entre marketing B2B e B2C.

B2B (do inglês, Business to Business) é o negócio no qual o cliente é outra empresa, enquanto B2C (do inglês, Business to Consumer) o cliente final é uma pessoa física. Deste modo, é importante entender bem a diferença entre esses dois tipos de negócios, para explorar ao máximo o potencial de comunicação da sua empresa.

O que vai determinar o tamanho do desafio não é se você vende para B ou C, mas a qualidade do seu trabalho de marketing e do seu processo de vendas, mas não para por aí. Marketing e vendas não crescem empresas sozinhos: o serviço ou produto que você oferece precisa estar à altura do esforço que os setores de comunicação vão desempenhar para atingir o seu público.

Veja algumas das principais diferenças entre B2B e B2C e como elas afetam diretamente todo o processo de comunicação com os clientes desde o interesse inicial:

Tempo de relacionamento

 

No mercado B2C, no qual se vende para o consumidor final, a relação é mais imediata, e a barreira de entrada e saída é cada dia menor. Já no caso de uma empresa (B2B), é crucial calcular muito bem antes de comprar qualquer produto, e mais ainda antes de fazer uma mudança.

De forma geral, enquanto o cliente B2C tem maior liberdade para trocar de produto sem grandes consequências, o B2B precisa de garantias e costuma escolher uma solução para manter por bastante tempo.

Critérios de decisão

 

Quando comparamos as vendas B2B e B2C os critérios de decisão mudam drasticamente. Enquanto o cliente B2B se baseia na razão, o B2C se deixa levar pela emoção com maior frequência, mesmo sem perceber. Isso acontece porque, no caso das vendas B2B, é preciso comprovar os motivos de cada compra, ou seja, mostrar por que o produto A será mais vantajoso do que o produto B.

Isso exige dados, análises, estudos de caso de outros clientes que já conquistaram resultados bons com o produto ou com o serviço em questão e por aí vai.

Número de envolvidos no processo de compra

 

Novamente, o processo de compra B2B se mostra mais complexo na sua essência. Quanto maior a empresa, mais pessoas estarão envolvidas no processo de compra. Normalmente há um número maior de pessoas envolvidas no processo de compra B2B contra apenas 1 no B2C: o próprio consumidor.

Por que é importante saber disso? Porque o conteúdo muda e as estratégias de marketing precisam ser diferentes, assim como o processo de vendas.

Uso dos canais de comunicação

 

Os canais de comunicação usados para alcançar públicos B2B e B2C podem ser os mesmos, sem qualquer problema. Especialmente quando falamos de marketing digital, os canais são facilmente adaptados para atingir diferentes audiências com a mesma eficácia.

O que deve mudar é a forma como esses canais são usados. Enquanto o modelo B2B exige segmentação, de forma a atingir as necessidades do público escolhido de modo certeiro, o B2C é feito para as massas. Isso não significa que B2C envolve falar com todo mundo. Ainda é essencial conversar apenas com o público que se encaixa no seu perfil de cliente desejado.

Isso faz com que a persona seja importante também para B2C, e não só para negócios que vendem para outras empresas.

Entender as diferenças entre B2B e B2C é o 1º passo para evitar a armadilha de fazer marketing que não traz resultado nenhum ou criar um processo de vendas ineficiente, que desperdiça mais oportunidades do que converte.

Seja o seu negócio B2B ou B2C, certamente deseja vender mais, certo? Então mãos à obra! Se gostou deste conteúdo não deixe de curtir e compartilhar com seus contatos. Ahh… Deixe também o seu comentário, assim, saberemos como podemos continuar ajudando.